BLOG

Interatividade Digital

Dicas sobre Sites | 18 de abril de 2011

Promover a interatividade digital é com certeza, o maior desafio de uma agência que presta serviços de consultoria de web marketing em uma sociedade tão acostumada a mídias impositivas de informação. Introduzir esta cultura nas empresas é fundamental, para que atuem como iguais junto aos seus clientes e consumidores.

A internet deu poder às pessoas, hoje elas podem e querem opinar, sugerir, reclamar ou promover, tudo o que a elas é oferecido ou disposto para seu consumo.

Nesse contexto que o marketing evoluiu, as empresas de destaque, são as que dão voz aos seus clientes, as que em conjunto com um bom trabalho de web marketing, promovem a interatividade digital, debatem e chegam a consensos sobre melhorias e adaptações sobre as formas de atuar, fornecer e produzir.

Esse comportamento de humildade, que a interatividade propõe, ajuda a construir uma publicidade positiva, pois hoje em dia, não há mais espaço para monólogos, empresas falando de si mesmas de forma soberba, ignorando a opinião dos principais interessados, os seus clientes.

Assim, ao iniciar um trabalho em consultoria de web marketing, mais do que conhecer empresas, seus negócios e objetivos para o desenvolvimento de site profissionais, a Six Interfaces busca conhecer o meio a qual a empresa e seus profissionais estão inseridos, pois é desta convivência com o meio, que nascem as políticas de interatividade digital e gestão de relacionamento web.

É o início da personalização, enquanto a publicidade tradicional foca a massa para difundir a informação, a publicidade 2.0 visa o indivíduo e suas aspirações, fazendo deste, veículo para que a informação sobre um produto ou serviço se dissemine entre os seus contatos, a partir da experiência vivida por ele, ou da interatividade da qual participou.

É na verdade, portanto, um processo evolutivo, não uma substituição de uma forma de fazer publicidade por outra, se antes o consumidor se limitava a ser mero espectador, reagindo vorazmente a uma propaganda veiculada em horário nobre na televisão e se dispondo a comprar, hoje, sabemos que as coisas não funcionam mais assim.

Na era dos bits e da informação em segundos, a grande maioria dos consumidores já se habituou a efetuar diversas pesquisas e consultas, em mecanismos de buscas, em sites de comparação de preços, como o buscapé, ou até mesmo em fóruns, antes de praticar a sua aquisição.

Isso demonstra uma maior maturidade do mercado, que passa a adotar suas marcas preferidas como bandeira, pois como dito a acima, a imensa quantidade de informações disponíveis, nos confunde e assusta o consumidor, que com medo de ser lesado por aproveitadores ou por empresas que não ofereçam um bom serviço, faz uso desta interatividade, passando a defender as marcas onde suas experiências de compra são satisfatórias e a publicar protestos quando sente seus direitos serem usurpados.

Essa maturidade, na verdade, é o objetivo que uma consultoria em web marketing visa convencer os seus clientes a buscar.

Não basta um super trabalho de gestão de relacionamento na Internet. É necessário que a empresa vista esta camisa, busque satisfazer seus clientes de acordo com as informações colhidas em suas prospecções. Não se escondendo das críticas e nem fugindo dos debates relevantes, a construção da credibilidade depende da interatividade digital, e, fundamentalmente, de uma participação ativa e sincera, reconhecendo erros quando os cometer e comprometendo-se a sanar imediatamente os problemas, quando ocorridos, em tal ocasião.

Empresas que costumam adotar este comportamento tendem a transformar clientes inicialmente insatisfeitos em advogados de sua marca. A web passa a ser, portanto, uma das melhores ferramentas disponíveis de marketing e gestão de relacionamento, devido a sua abrangência e velocidade de processos.

Como sua empresa se posiciona na web, de forma passiva ou pró-ativa, espectadora ou protagonista?

Deixe seu depoimento abaixo e participe de nossos debates.