BLOG

O que define o preço de um site?

Marketing Digital | 24 de junho de 2012

Quer saber como mensurar o valor a investir no projeto de um site, para sua empresa ou negócio? Então leia este artigo na íntegra, não vai levar mais que 3 minutos...

Percebem como iniciei este artigo? Com a mesma inversão de valores que a grande maioria dos empresários utiliza, quando vão investir em seus negócios. Ou seja, para questões importantes, o senso comum motiva a investir pouco ou quase nada. Já para supérfluos, os gastos são normalmente desmedidos.

A questão a tratar é simples. Você possui um negócio. A Web é um ambiente onde convivem milhares de possíveis clientes para este seu negócio. Seu desafio é criar e manipular ferramentas que aproximem estes possíveis clientes e trabalhe na persuasão destes, a seu favor, gerindo todo o relacionamento necessário. Correto?!

Com este resumo simples citado acima, você ainda acredita que algo assim se faz de graça? Não me refiro ao valor agregado ao mérito de conseguir tal façanha. A questão é: Quantos diferentes modelos de negócios existem? Será que através de um único meio, todas as empresas podem obter os mesmos resultados?

O Valor de um Web Site Profissional

Quando você for buscar uma agência ou profissionais autônomos, para fazer um site para sua empresa, tenha em mente este princípio.

“Preciso criar uma versão ou extensão online do meu negócio!”

Sim, afinal, um bom design e uma justa programação são como qualidade e pontualidade. São obrigações e não diferenciais. O que definirá o sucesso do seu negócio na internet é o ajuste do foco do seu objetivo. E isto demanda tempo para perceber, testes a realizar, boas ferramentas a implantar, treinamento para você ou para seus colaboradores dominarem estas ferramentas. E isto custa dinheiro!

Resultados dependem de foco. O foco lhe exigirá bom senso. Você não precisará contratar o profissional mais caro do mercado, para um projeto de uma microempresa. Não desmerecendo o valor desta, apenas, subentende-se que o desafio de construir uma ferramenta adequada para este segmento, não seja dos mais complexos.

O desafio é entender o seu negócio!

Analise o portfolio do profissional que lhe está visitando. Converse com ele sobre seu negócio. Analise sua postura e o entendimento que ele demonstrar sobre as suas solicitações. Na maioria das vezes, os tais “sobrinhos” (garotos que tentam se passar por profissionais de web), tem uma única resposta para tudo: “O meu site resolve qualquer problema!” Claro, se a sua prioridade é gastar pouco, atende.

Mas, gastar pouco pelo quê? Por algo semelhante a 60 ou 70% dos Websites que estão por aí hoje na web, que sequer trazem uma única prospecção de negócio, por que não indexam em pesquisas do Google relativas ao seu negócio, ou por que não oferecem suporte necessário para despertar o interesse de possíveis clientes. Outras vezes não passam credibilidade, para que um cliente decida a investir seu dinheiro em tal empresa. Isto, quando não são de difícil entendimento, ou sua navegação impraticável. Você já deve ter visto aqueles sites que levam horas pra carregar ou que você não sabe onde clicar para dar passos simples...

Concluindo, quanto custa um site profissional?

O custo de um site profissional, portanto, dependerá do tamanho do projeto, do tempo investido para realizá-lo, de sua complexidade e claro, do know-how dos profissionais contratados.

O melhor custo-benefício na área de Web é aquele que modifica positivamente a rotina da empresa. Trazendo aos empreendedores responsáveis, a cultura de se relacionar na Web, quebrando paradigmas, preconceitos e incentivando a busca de negócios reais. Envolvendo colaboradores e gestores em tarefas simples, porém, produtivas.

Manifeste sua opinião sobre este assunto. Deixe seu comentário.