BLOG

Otimização de Sites, o que é?

Marketing Digital | 16 de novembro de 2011

Nesta matéria, você encontrará um conceito que servirá como guia, para a abertura de inúmeras discussões sobre este que é um assunto tão em voga no momento, sendo também, vital para a existência da publicidade online e do marketing digital.

Estamos publicando este post sobre otimização de sites, para podermos iniciar uma nova sequência neste blog, onde daremos mais ênfase ao assunto SEO, ou seja, otimização para os mecanismos de busca.

Mas afinal, otimização de sites, o que é?

Como consta em nossa página no site, sobre o serviço que prestamos de otimização de sites – SEO segue abaixo um conceito que criamos para definir o termo.

Otimização de sites é um conjunto de estratégias e aplicabilidades de Web Marketing, que devem estar em contínua atividade, para melhorar o posicionamento das páginas de um site nos resultados dos mecanismos de buscas, para as principais palavras e expressões chaves de um negócio. Gerando tráfego qualificado, a fim de aumentar a proporção de conversão de objetivos.

Talvez meu conceito não seja unânime entre os profissionais da área, mas por minha experiência administrativa, eu acredito que todo o trabalho deva ter um objetivo, uma estratégia, um plano de ações, um controle e uma rotina que permita que este fluxo seja contínuo para que os objetivos traçados possam ser atingidos. Digo isso por que vejo muitas gente batalhando atrás de tráfego por nada. Apenas por ego, em sites e blogs de conteúdo vazio e sem propósitos.

Todo o site, como em qualquer negócio, para justificar sua razão de existir, precisa de um objetivo claro e de tráfego para atingi-lo. Eu costumava dizer (ainda digo às vezes dependendo da ocasião), que se um cliente precisa saber o domínio exato do seu site ou o nome de sua empresa, apenas para lhe encontrar na Internet, então você não precisa de um site. Afinal, ele sabendo disso, poderia consultá-lo diretamente. Mas claro que, essa é uma lógica que só se usa em encontrabilidade.

Mas vamos lá, sendo você um empresário, estudante, blogueiro, ou tenha qualquer ligação a um site ou blog, você se conformaria em saber que seu veículo só é acessado por pessoas indicadas por você? Sendo que todos os dias, você mesmo acessa uma quantidade “X” de páginas a partir de resultados obtidos no Google, no Yahoo, no buscador do Msn ou seja lá qual outro você use.

É claro que não, e é possível mudar isso.

Otimização de sites não é uma brincadeira de garotos, embora muitos de excelentes profissionais sejam pessoas de pouca idade, assim como a própria atividade. Mas tenho certeza que muitos profissionais mais velhos e experientes, se impressionariam ao ver o que alguns destes jovens especialistas em SEO e alguns Webmasters podem fazer.

Otimização de Sites | As tais Aplicabilidades

SEO começa nas pesquisas sobre seu segmento de atividade, na construção do seu site, na escolha do domínio, e se possível também, na escolha do servidor de hospedagem. Indo até os seus relacionamentos de rotina, entretanto, o mais importante destes passos, é a concentração no foco central, que é gerar tráfego qualificado para atingir o objetivo proposto.

Sim, de nada adianta encher seu site de pessoas buscando por coisas que você não pode oferecer; isso aumentaria suas taxas de rejeição e, proporcionalmente, rebaixaria seu posicionamento nos sites de busca para essas palavras que trouxerem tráfego disperso.

O Google, com 90% do mercado de buscas no Brasil e ainda o maior do mundo em atividade, é o grande alvo de todo este trabalho no momento. Mas assim como a Coca-cola e as pirâmides do Egito, muitos de seus critérios são segredos desconhecidos e guardados a sete chaves. Justo, já que a intenção é fomentar a concorrência, ou seja, o Google é como a guerra na filosofia da economia americana: “Ela nasce para ser mantida e não para ser vencida”.

Porém, para nós, não são as tais metas inatingíveis que são importantes, e sim, os resultados aos que estas nos levam. Ser o primeiro do Google com um site horrível e nada persuasivo é tão inútil quanto contratar vendedores grosseiros e despreparados, para atender clientes exigentes e de gosto refinado.

Acompanhe o Blog da Six e deixe suas opiniões e sugestões registradas abaixo.

Para pensar:

“A preguiça é uma questão de opinião, desprezar é outra, enquanto isso, deixar seu comentário, sua participação e o link para o seu site podem exigir algum esforço, mas são coisas que cumulativamente ajudam a todos nós”.

Lei do mercado positivo:

”É melhor dividirmos o percentual de alguma coisa com alguém, que ficarmos sozinhos com 100% de nada na mão”.

Se gostar deste post, por favor, curta nossa página no Facebook e compartilhe este artigo com seus amigos, a partir das redes sociais com acesso também abaixo. (Isto é SEO também) =)