BLOG

Web Marketing – Você Existe?

Marketing Digital | 24 de maio de 2011

Em Web Marketing, um dos primeiros e principais pontos que se deve trabalhar é a encontrabilidade, por isso pergunto: Você existe?

Quando uma pessoa acessa o Google em busca de algum produto, serviço ou informação, uma série de perguntas e argumentos lhe vem à cabeça, e logo, são transformadas em expressões ou palavras-chave, que são digitadas no campo de busca a espera de respostas que dirão, qual a estratégia de encontrabilidade de cada empresa.

Empresas procuram fazer Web Marketing por diversas razões, mas a primeira delas a se focar, antes de qualquer outro, com certeza é a encontrabilidade.

Este não é um artigo técnico, onde eu poderia citar inúmeras estratégias de SEO para a construção do site da sua empresa, não, este é um artigo sobre sintonia, feeling, percepção.

Web Marketing - Buscando Profissionais

Contratar uma agência de Web Marketing, Social Media ou Social Mídia, como preferirem, que trabalhe sua presença e participação online, ou ainda, montar uma equipe na própria empresa pode ter os seus benefícios práticos, de começo, pela iniciativa, mas, se alisados os objetivos empresariais, de imagem de marca, de potencial de expansão da abrangência do atendimento, a internet pode sim render excelentes frutos.

E como isso? Encontrabilidade. Estar na Web não basta, é preciso tornar sua empresa referência no seu segmento, este parece outro processo já, não é mesmo? Mas caminha na mesma linha. Ser referência para quem lhe conhece, ajuda quem não lhe conhece a lhe encontrar mais fácil, aqui entra o Marketing!

Estamos vivendo um período de apreensão e espera, sobre quais serão as próximas iniciativas de Google e Facebook com relação às tão faladas buscas sociais. Termos antes técnicos, agora estão no dia-a-dia de muitas pessoas: Web Semântica, SEM, entre outras.

Há algum tempo, a busca orgânica e a busca em links patrocinados do Google, eram as únicas preocupações de muitas agências neste quesito, mas hoje, como ficar de fora das discussões no Linkedin? Como não ter uma página no Facebook? É admissível uma empresa que trabalha com conhecimento agregado não ter um Blog para se relacionar e popularizar o este conhecimento entre seus prospects e clientes?

As oportunidades estão em todos os lados, e a sua empresa? Está também? Ou ela está apenas dentro de um site em flash com um link único de indexação?

Você pode ter o melhor conteúdo lá dentro do seu site, mas se você não der às pessoas a oportunidade de saber que você existe quem consumirá este conteúdo? Valerá à pena criar um belo material para dividir apenas com amigos e clientes já conquistados?

Atenção amigos, sites baratinhos e milagrosos são boias, em um mar chamado internet. Portanto, não se iluda com os milagreiros que dirão que você não precisa de um site profissional, nem de um gerenciador de conteúdo. E eles não estarão mentindo muitas vezes, acontece que muitos acreditam ainda nesta fórmula de tempos atrás onde o diferencial de um site era a estética, o layout.

Hoje o marketing digital está muito mais difundido, você pode buscar informações em inúmeros lugares. Basta se informar um pouquinho e você poderá definir por si mesmo, o que é um site profissional. Conteúdo atualizado desperta interesse nas pessoas, e um bom conteúdo gera encontrabilidade, através de relacionamentos e compartilhamento.

Enfim, na Web, estamos em plano horizontal, linear. Portanto, tudo o que você quiser fazer, faça bem feito. Pois o seu site carrega a sua marca, que leva o seu nome, que constrói a sua imagem. E como nós todos sabemos bem, negócios sem clientes não acontecem.

Ao melhor estilo Twitter, deixo registrado:

#ficaadica Produza conteúdo para o seu público alvo, torne-se encontrável e relevante, se quiser ser rentável!