Se você já ouviu falar nas métricas de vaidade e a ilusão que representam para quem não tem o cuidado necessário com elas, então chegou ao post certo para se preparar para lidar da forma correta com estes dados.

Não que elas devam ser excluídas da mensuração de resultados, mas você deve avaliá-las com o enfoque certo para não perder tempo e recursos se iludindo com números que não trazem resultados. Confira!

Visualizações

Quem é que não fica feliz com um vídeo ou conteúdo acessado muitas vezes, não é mesmo? Porém, fama é diferente de sucesso. Pense em música, por exemplo. Quantos dos artistas com milhares de visualizações no YouTube realmente vivem desse ofício?

Se você não quer se perder na vaidade dos números, pense que ser visto por muitas pessoas não significa automaticamente que o seu negócio se tornou mais rentável.

Curtidas na página

Pela mesma lógica, poderíamos pensar nas curtidas na página e ainda colocar uma questão além: do que adianta sua página ter muitas curtidas ou mesmo um determinado post ter toda essa fama se isso não representa nada em termos de leads e clientes?

Saiba aproveitar o alcance que tem para transformar isso em lucratividade.

Seguidores

Existem empresas que têm milhares de seguidores no Twitter e no Instagram, mas que não necessariamente têm um público cativo. Isso quer dizer que o que elas postam, o conteúdo que oferecem e as ofertas que dispõem não atraem todas aquelas pessoas que as seguem nas redes sociais.

Mais uma vez, os números por si só não representam a saúde do seu negócio

Engajamento

Indo além, podemos citar até mesmo o engajamento como uma métrica de vaidade. Os motivos disso são:

  • o sucesso isolado de uma determinada postagem não transformará a vida de sua empresa;
  • nem sempre as pessoas que curtem e compartilham um conteúdo fazem parte dos seus seguidores e você deve saber aproveitar isso melhor;
  • se há um engajamento constante com os seus posts, então utilize disso para trabalhar o funil de vendas e não desperdiçar esta grande chance.

A partir de agora, vamos lhe mostrar métricas reais de marketing digital, que realmente indicam como está a saúde do seu empreendimento. Veja!

Cálculo de ROI

A sigla ROI para o termo em inglês Return of Investment, ou simplesmente Retorno sobre o Investimento, serve para demonstrar qual foi a lucratividade de uma determinada campanha na internet.

É calculada da seguinte forma:

ROI = (lucro obtido – custo investido) / custo investido.

Digamos que uma determinada ação de marketing digital lhe custou R$20.000, mas trouxe como lucro ao final R$200.000. Então, seu ROI será de 200.000 – 20.000 / 20.000 = 9. Isso quer dizer que seu ROI foi de 900%. 

Taxa de conversão

A taxa de conversão pode ser usada para muitos fins, mas o principal deles é relativo à conquista de novos leads. A maneira de mensurá-la é bem simples: digamos que você colocou um material rico, como um e-book, em uma landing page. Das 200 pessoas que a visitaram, 150 baixaram o livro. Então, a taxa foi de 75% de conversão.

Taxa de rejeição

Também conhecida como Bounce Rate, permite que você identifique a quantidade de pessoas que abandonaram o seu site logo na primeira página. Isso possibilita que você crie estratégias mais assertivas para reter visitantes a fim de melhorar não só o alcance do seu site, mas também a possibilidade de lucratividade que isso oferece se trabalhado da maneira correta.

CAC

O Custo de Aquisição de Clientes (CAC) é uma métrica utilizada para averiguar quanto custou cada cliente adquirido em uma ação de marketing digital. Para calculá-lo, você deve dividir o investimento global feito nesta ação pelo número de clientes conseguidos pela sua empresa. Assim, terá real noção do quanto tem gasto para conseguir cada cliente e otimizar sua estratégia, caso necessário.

Se gostou de saber o que são métricas de vaidade e como realmente mensurar resultados, baixe o nosso guia definitivo para marketing no Facebook e continue saindo na frente em suas estratégias.