26-02
Compartilhe

O mundo é mais do que Redes Sociais e Google e por isso você não precisa (e nem deve) focar em apenas um canal e em uma estratégia de vendas.

Ultimamente temos visto uma espécie de saturação no uso dos canais de venda, especialmente os do meio online.

Isso se tornou um erro comum, pois hoje em dia as empresas que antes atuavam apenas no offline agora investem muitos de seus esforços nos canais online e acabam dando ênfase para apenas um ou dois deles, o que é algo ruim.

Mas, claro, existem aqueles canais quais oferecem melhores resultados ante seus investimentos, seja de tempo ou de dinheiro.

E para descobrir quais são esses canais faz-se necessária a realização de uma pesquisa de mercado, a fim de descobrir o perfil do cliente e, assim, saber quais são os canais ideais para se investir.

Essa pesquisa ajuda a identificar também se é viável para o seu negócio investir em mídias tradicionais como rádio, revista, etc, bem como, te ajuda também a identificar qual o momento certo para investir em um ou outro canal.

 

Principais Canais de Marketing e Vendas:

 

Dentre os principais canais de marketing e vendas hoje podemos citar as plataformas de anúncios pagos como Google Ads e Facebook Ads. Outras empresas também têm investido em marketing de conteúdo por meio de blogs e vídeos.

Há ainda o uso do e-mail marketing que, ao contrário do que alguns pensam, não morreu e é a galinha dos ovos de ouro de muitos negócios. Com uma estratégia de e-mail assertiva você consegue transformar seus contatos em clientes que compram e ainda fidelizar esses clientes.

Por outro lado, temos o uso das redes sociais, que tem apresentado um aumento expressivo ano após ano, com grande destaque para o Instagram.

O Facebook, de fato, seria uma segunda opção, pois a rede social tem demonstrado um certo declínio nos últimos anos, inclusive no Brasil. Segundo a eMarketer, empresa que mede a audiência na internet, em 2017 cerca de 2,8 milhões de americanos deixaram de usar a rede social.

Mas por que trouxemos esse exemplo aqui? Para ilustrar e te fazer ficar ciente de uma questão importante: a diversificação.

 

Por que é necessário diversificar os canais de venda?

 

Se você não diversificar os seus canais de marketing e vendas jamais irá se destacar. Tomemos como exemplo empresas de grande porte como a grande vendedora de felicidade: Coca Cola.

Mesmo ela já tendo conquistado seu lugar no mercado, continua investindo em vários canais: ela está presente nas redes sociais, na televisão, em revistas, em outdoors, não é mesmo?

Uma reflexão à se fazer, seria o fato de se usar apenas um canal e ter prejuízos nele no caso dele vir a apresentar falta.

Por exemplo: as pessoas que focaram seus esforços apenas no Facebook têm enfrentado prejuízos expressivos em seus negócios com a queda que a rede social vem tendo.

Mas as empresas e empreendedores que diversificaram seus canais de marketing e vendas não tiveram tantos prejuízos, pois planejaram seus investimentos.

Ok, então sabemos que diversificar é preciso. Mas a questão agora é: como fazer essa diversificação? Como saber em quais canais investir?

 

A pesquisa de mercado como aliada na escolha do canal e das estratégias de venda

 

Para você diversificar os canais de venda, antes é necessário saber em quais deles você terá melhores resultados para a atração de clientes. E aqui entra a importância da pesquisa de mercado.

Como a gente citou lá no comecinho do artigo, a pesquisa de mercado te ajuda a identificar o perfil do seu cliente.

E a identificação do perfil traz dados como: quais redes sociais ele mais usa, quais conteúdos ele mais consome, quais produtos ele adquire, dados sobre seu comportamento e interesses, entre tantas outras informações que serão úteis.

Mas a pesquisa de mercado também fornece outras referências, como a estratégia que seus concorrentes têm utilizado, se ela é eficiente e se é possível para você criar algo semelhante ou replicá-la.

Mas não basta apenas levantar os dados e informações importantes, é preciso saber o que fazer com isso. Com essas informações você não apenas sabe onde investir, mas sabe também como investir:

 

    • É possível criar sua persona e, assim, saber quais ferramentas usar e quando usar para atrair e converter clientes;
    • Você pode montar um funil de vendas para alcançar melhores resultados;
    • Como qualificar os seus potenciais clientes;
    • Você pode também identificar qual o segmento de mercado mais lucrativo;

 

É importante deixar claro aqui que não são apenas os canais online que merecem destaque, você pode e deve investir em mídias tradicionais como jornais, revistas, rádio, entre outros meios que tenham relevância para sua empresa, a depender do seu segmento.

Por exemplo: um pet shop pode e deve investir tanto em mídias tradicionais quanto em mídias digitais para construir sua presença.

Vale a pena conferir um artigo que fizemos onde abordamos sobre a diferença de investir em rádio, outdoor e internet.

Em resumo, uma empresa que investe em diferentes canais de venda não apenas vende mais, mas tem uma presença muito mais marcante no mercado.

Hoje em dia os consumidores estão mais exigentes, isso é um fato, e eles buscam os canais por onde poderão ter acesso aos produtos e informações de uma marca de modo que lhes seja mais prático e ágil.

Quem já comentou sobre isso:
Compartilhe