Provavelmente você já se deparou com um site de vendas na internet, não é
mesmo? As vendas estão cada vez mais inseridas no ambiente digital, fato que
facilita e muito a vida do consumidor, que não precisa mais ir a uma loja física para
comprar o que quer.

Tudo isso é possível graças aos avanços digitais, que permitiram que empresas
cresçam e se consolidem no ambiente online. Uma das formas mais comuns dessa
migração das lojas físicas para o online é através do e-commerce.
Mas o que é E-commerce?

Um e-commerce é uma forma de venda de uma única empresa numa plataforma
virtual própria da marca. De forma simples, é uma loja virtual. No entanto, não se
engane, pois nem toda forma de venda pela internet é considerada um E-
commerce.

Um e-commerce real começa do zero. Você que monta o design e toda a estrutura
da sua loja virtual, proporcionando maior liberdade comparado aos marketplace
(ferramenta que oferece um único espaço para várias empresas venderem seus
produtos).

No entanto, como tudo na vida não é tão fácil assim, ter um e-commerce exige
algumas tarefas, como ter um site responsivo, atualizações constantes e
informações bem claras e diretas.

Além disso, não pode-se deixar de lado nenhum dos dois processos essenciais do
e-commerce: as vendas e o atendimento ao cliente. Ambos precisam ser eficazes. A
partir de então sua empresa pode contar com o marketing digital para realizar
funções de automação do site, em conjunto com o controle do estoque da loja e
finanças.

De forma resumida, o e-commerce funciona da mesm10a forma que uma loja física,
mas num ambiente diferente, que exige cuidados extras, porém, lucrativos.

Será que sua empresa já está pronta para ter um E-commerce?

Sua empresa já vai bem nas vendas físicas, mas você quer expandir o seu negócio
para o ambiente online. Mas será que a sua empresa já está pronta para ter um E-
commerce?

Já sabe-se que um e-commerce vende muito bem e obtém lucros significativos para
uma empresa, mas para isso é necessário entender sobre o ambiente em que está
se inserindo.

Para facilitar, vamos pensar em alguns pontos para você descobrir se já está na
hora ampliar os horizontes e investir no ambiente online. Para isso é preciso pensar
em algumas estratégias e planos:

● Plano de negócios

Sua empresa, em conjunto com uma equipe de marketing precisam definir e
traçar metas e objetivos do seu negócio. Além disso, é fundamental que as
oportunidades e riscos sejam avaliados, bem como as personas, nicho de
mercado e o valor do investimento. Ah! E se você não tem uma loja física e já quer investir direto no e-commerce, não pense que não precisa de um plano de negócios, ou qualquer
outro item abaixo. Na verdade, os processos são quase os mesmos e ambos
precisam de planejamento e recursos.

● Modelo organizacional

O seu e-commerce deve estar de acordo com todo o modelo organizacional
da sua empresa física. Ambos precisam caminhar juntos e estar em equilíbrio
para que a gestão e planejamento funcione.

● Produção e logística

Antes de criar seu e-commerce, é necessário pensar em toda a estrutura de
produção e logística. Assim serão identificadas as melhores soluções para
que seu negócio seja ágil e economicamente sustentável.

● Plataforma do E-commerce

Para escolher a plataforma do seu e-commerce é preciso pensar no seu
orçamento, no tamanho do seu negócio e no segmento de público que terá.
Existem inúmeras plataformas disponíveis no mercado, portanto, é preciso
conhecê-las bem para decidir qual será melhor para o seu negócio.
Deve-se escolher também o gateway de pagamento, para que no futuro você
não tenha problemas importunos com os pagamentos.

● Marketing e vendas

As estratégias de marketing utilizadas nas lojas físicas são diferentes das
lojas virtuais. Por isso, fique sabendo que você irá precisar de novas
estratégias para o ambiente online.

As estratégias são várias e entram em ação para fazer sua empresa não
apenas vender, mas também ser reconhecida e valorizada pelos clientes e
futuros leads.

O marketing vai auxiliar sua equipe a pensar nas promoções, gestão de
slides, banners e anúncios, para que seu e-commerce funcione ainda melhor.
Além dessas etapas, é fundamental que sua empresa não se esquece de
todas as obrigações legais, como formalizar a sua empresa, estruturas físicas
para armazenagem dos produtos disponibilizados no e-commerce, na forma
de entrega, entre outros.

Começar um e-commerce é como começar uma loja do ponto inicial, não
importando se você já tem uma loja física há anos. Por isso, se sua empresa
já está pronta para ter um e-commerce, planeje, trace objetivos e execute
todas as etapas do processo!

Gostou do conteúdo? Então leia esse outro artigo para escolher o melhor tipo de site para sua empresa!

Quem já comentou sobre isso: